Somente Cristo! Somente a Bíblia!

"Fiz uma aliança com Deus: que ele não me mande visões, nem sonhos, nem mesmo anjos. Estou satisfeito com o dom das Escrituras Sagradas, que me dão instrução abundante e tudo o que preciso conhecer, tanto para esta vida quanto para o que há de vir." - Martinho Lutero
Carregando...

sábado, 1 de outubro de 2011

Testemunho de Elizeu Adriano Pego

O testemunho que você lerá agora é emocionante e cativa do começo ao fim, tanto pela sinceridade, como pela coragem do Irmão Elizeu em revelar para o mundo sua história; sem medo de mostrar o nome. 

              
Minha História

Meu nome é Elizeu Adriano Pêgo e minha família tornou-se adventista quando eu tinha 7 anos mais ou menos. Morávamos em uma cidade do interior e meu pai já conhecia o adventismo há algum tempo, minha mãe era católica. Eles foram "alcançados" pelo evangelho em uma semana de "evangelismo" feita por uma IASD rural, perto de nossa cidade 15 quilômetros.

Tudo era novidade para mim, eu era muito novo, uns sete para oito anos, e não sabia onde estava entrando ou o quanto nossas vidas iriam mudar, também não sabia que era uma viagem sem volta, mesmo se soubesse não conseguiria impedir porque meus pais foram rapidamente absorvidos pelas “boas novas da salvação” e as promessas de céu, vida eterna, volta de Cristo, etc., não tinha jeito, nós seríamos felizes para sempre e na eternidade também, de acordo com as promessas da IASD.

Só me lembro de começar a cumprir um monte de regras novas, de meus pais parando de tomar café e outras “novidades” que eu nem imaginava porque estavam surgindo. Eu apenas segui e me adaptei, achei até interessante, o contato com novas pessoas os cultos etc. fui me deixando envolver, fiz amizades e quando percebi eu já era um adventista praticante assistia a inúmeros sermões “inspirados” e acreditava que Cristo iria voltar antes que eu ficasse adulto.


Jamais experimentei a chamada “conversão” que eles falam e que eles também não experimentam, a palavra converter-se é largamente usada na IASD, mas tem apenas um significado para eles: números e dízimos, na verdade a pessoa se sente tão encurralada quando eles dizem: “Agora você conhece a verdade só não vai para o céu se não quiser” ou então “Cristo está te chamando de braços abertos e todos os seus problemas serão resolvidos” ou pior “Como você pode deixar de amar alguém que te ama tanto?” Eles fazem uma lavagem cerebral e as expressões “Ir para o céu” “Cristo te chama” ou “Como você pode não amá-lo” tem um significado apenas: “Venha para a IASD e aumente nosso ganho em dízimos e ofertas”, Já repararam na urgência cada vez maior que a IASD tem de ganhar membros? Lembro-me muito bem que antes as pessoas estudavam meses e até anos para depois se batizarem na IASD, hoje em dia cada vez mais elas fazem estudos-relâmpagos de um mês, e são intimadas a se batizarem, qualquer dúvida ou insubordinação daí para frente é chamada de apostasia ou voltar ao lamaçal do pecado, quem já foi ou é ASD sabe que é assim.

Não estou tentando me justificar e dizer que fui forçado a entrar para a IASD, o que estou dizendo é que quando se está entrando eles mostram apenas um lado da IASD: As promessas de vida eterna, ir para o céu, mansões celestiais, vida feliz, a única igreja verdadeira na terra e etc., todas as promessas estão necessariamente vinculadas à obediência cega, e eles acabam por convencer você, afinal quem não quer viver para sempre num mundo sem problemas? Até eu que sou bobo. Pois bem, fui batizado e era cobrado para fazer o que é "certo" o tempo todo, porque meu pai era ancião e minha mãe secretária, quase como um robô eu era levado a ter um cargo na igreja todo ano (fui diretor JA, Diretor de Escola Sabatina, Secretário, etc., graças a Deus só cheguei a pregar uma vez e me lembro bem como foi terrível repetir algo mecanicamente que eu não acreditava).

Minha mãe e pai participavam da comissão e eu tinha que dizer todo final de ano, que cargo eu queria para o próximo ano, porque senão teria que aceitar o cargo que eles determinassem para mim, ficar sem cargo era uma opção que não existia, se tinha uma coisa que meu pai criticava era membro esquenta banco como ele chamava quem não trabalha para a obra de Deus, coitado quanto engano, “a obra de Deus”, Deus mora no centro da cidade e anda de carro do ano.

Meu pai se orgulhava de ter a família mais atuante da igreja, todo mundo tinha cargo. Foi o que ensinaram para ele coitado, Deus exigia trabalho duro, se não, você não chega ao céu, você não ganhou o céu quando se batizou, é apenas uma promessa, o resto depende de você, quanto dinheiro você vai dar, quantos folhetos vai distribuir, quantas almas vai trazer para Cristo, como eles dizem: no céu não haverá coroa sem estrelas, mas na verdade o que não existe é dirigente da IASD passando falta de nada, carro, casa boa, vida boa, filhos nos melhores colégios, férias, etc. e para os membros eles dizem: “Se sua vida estiver muito feliz, muito completa tem alguma coisa errada” – quem nunca escutou essa máxima da IASD? “Por que no mundo passareis por aflições”. O engraçado é que não se aplica a todos.

Eu costumo dizer que na IASD quem não é pastor, ou seja, a imensa maioria mantenedora da vida boa dos dirigentes, só será feliz no céu, mas os pastores, seres iluminados e divinamente separados, pelo vestibular do curso de Teologia da IASD serão felizes aqui e no céu, essa é a vontade de Deus, que haja servos e senhores. Enquanto isso, muitas pessoas, como minha sogra coitada, acha normal sofrer e passar privações, os pastores ensinam que este mundo é um vale de lágrimas e se não pertencemos a ele, só seremos felizes no céu, felicidade aqui é sinal de que nossa vida espiritual está ruim, só os pastores e dirigentes serão felizes aqui.

Continuando, é impressionante, mas hoje quando me lembro me pergunto por que meus pais faziam aquilo, jamais me perguntaram se eu queria ser adventista, eu tinha que ser ou não iria para o céu, aquela era a igreja verdadeira e eu era privilegiado por conhecer a mensagem, a dita "verdade".(Se você perguntar a 10 adventistas de berço quando foram questionados sobre a qual religião queriam pertencer 10 deles dirão que nunca foram perguntados sobre isso, primeiro porque eles não conhecem as outras igrejas, e segundo porque são ensinados que as outras igrejas, são o mundo, o engano e somente a IASD tem a verdade e vai todinha para o céu, quem é louco de não querer ir para o céu?).

Lembro-me de uma tia que foi criada por meu pai como se fosse nossa irmã, ela foi totalmente forçada a pertencer a IASD, e seguir todas as regras, quando tentou se libertar, apanhou e foi humilhada, coitada! Como sofreu, hoje é mãe e mora em SP, apesar de ser uma pessoa de ótimo coração não freqüenta igreja alguma, afinal de contas eles conseguiram, mostrar para ela como Deus pode ser terrível e implacável, os IASD se orgulham de dizer que sua doutrina é tão forte que os ex-IASD não se fixam em igreja alguma, na verdade, e posso dizer isso com propriedade, o terrorismo psicológico é tanto que você simplesmente passa a desconfiar de qualquer religião.

Pois bem, continuando: Junto comigo havia vários adolescentes de minha idade mais ou menos na mesma situação que eu, igual a mim, foram jogados dentro dessa igreja porque os pais foram alcançados pelo evangelho. Hoje muitos já saíram e alguns até são alcoólatras. É impressionante a violência que alguns pais fazem com os filhos por terem certeza de que essa religião é a correta e estão fazendo o melhor para eles. Quero ressaltar que meus pais não tiveram culpa de nada foram enganados e são até hoje, pois continuam adventistas, eu os amo e sei que erraram tentando acertar, além disso vocês vão concordar comigo que o engano adventista é muito difícil de ser percebido ou evitado.

Outro detalhe interessante é que a família que “fundou” a igreja na cidade onde fui criado era de descendentes de alemães e o patriarca deles era com certeza a cópia de Hitler, ele não achava que era melhor que os outros, estava certo disso, ele era a palmatória da igreja sempre disposto a acusar e dizer palavras ásperas, mas quando alguém dizia qualquer coisa que o desagradasse ele caia no choro. (Certo dia esse Senhor do alto de sua santidade traiu sua mulher de forma pública e notória e não aceitou ser excluído da igreja ficou bravo e com raiva do pastor, mas por incrível que pareça continuou, como faz até hoje, a apontar erros e dizer que o “mau testemunho” acaba com a igreja).

Lembro esse fato para ressaltar que na IASD de acordo com o valor de seu dízimo você tem um grau maior ou menor de santidade não importa o seu pecado, mas sim seu contra-cheque.

Em outra ocasião o filho de uma ancião da igreja rural que “Colonizou” digo “evangelizou” nossa cidade se envolveu com drogas, durante a reunião da comissão na qual o meu pai esteve presente o ancião, pai do drogado deixou claro que se excluíssem o filho dele poderiam excluir ele também, vocês acham que alguém foi excluído? Claro que não, o homem era rico e dava um dízimo gordo, o filho dele continuou como membro da igreja usando drogas enquanto quis, se quisesse podia até pregar, afinal era membro da igreja, imaginem isso, uma igreja que proíbe até tomar café, aceita usar drogas desde que seu dízimo compense, entendeu? Nesse caso a IASD tem mais de dois pesos e duas medidas.

Continuando, enquanto foi possível meus pais me mantiveram na igreja como um exemplo de garoto cristão e feliz, porém quando pude começar a trabalhar e não dependia mais deles diretamente sai da igreja, não fiz nada de errado como muitos colegas meus que começaram a beber, fumar ou fazer coisas piores, não porque sou especial ou porque aprendi na igreja sobre  saúde, todo mundo sabe que a mensagem de saúde da plagiadora irmã White para os adventistas é muito mais uma penitência  do que algo para ter saúde realmente, deixam de comer carne e tomar café, não porque terão mais saúde, mas sim porque a santa White mandou, repare que eles são tão doentes quanto a própria irmã White foi, estão sempre nos médicos que ela criticou tanto, tomam remédios que ela dizia não precisar, são desanimados, gordos e anêmicos, especialmente porque deixam de comer carne e não substituem corretamente, infelizmente têm câncer e outros problemas como todos os outros carnívoros, porém não param para pensar que se a mensagem é de saúde e eu vivo na dieta de Campo de Concentração da Dra. Plágio White, eu teria que ser mais saudável que os famigerados e repugnantes carnívoros, isso não acontece é claro, porque ela não escreveu a “Mensagem de Saúde” inspirada por Deus, apenas copiou médicos da época com as tendências da época e irresponsavelmente afirma que se seguirem seus conselhos, todos os IASD só morrerão de velhice, “Triste engano”. Lembro que dois anos atrás, quando a tia de minha esposa teve câncer de mama, (não conto isso como se fosse algo bom), mas é que ela é uma pessoa muito boa, porém como o resto da família, é fanática pela IASD e pela Plagiadora White, só come verdura, nem toca em carne alguma, mas como é possível infelizmente a qualquer mulher, teve câncer de mama, graças a Deus e aos médicos fez quimioterapia e radioterapia e foi curada, durante todo o tratamento ninguém questionou como pode uma mulher que só come coisas saudáveis ter câncer, se eles afirmam veementemente que a carne é que causa câncer, eu também não disse nada porque ela estava fragilizada e minha esposa muito mais ainda, todos queriam que ela se curasse o que graças a Deus aconteceu.

Uns seis meses depois, estávamos acampados e outro ex-IASD casado com uma prima de minha esposa, me convidou para irmos a uma cidade próxima e comprar carne, quando retornamos e ele foi preparar a carne, começaram as maldições de doença e morte para nós dois que comíamos carne, ainda com uma paciência enorme perguntei se quando Deus, após o dilúvio mandou que os homens mudassem a dieta e comessem carne, se Ele mandaria os seres humanos comer um veneno, eles responderam todos com citações de Ellen White que eu disse simplesmente não acreditar em nada do que ela teria supostamente escrito, aí foi como se tivesse xingado a mãe de todos, eles se voltaram contra nós com olhos de quem iria nos linchar, minha esposa começou a chorar e pediu para pararmos com aquele assunto, mas como já estava bravo e me arrependo disso, perguntei a eles, se carne era esse veneno todo porque eu não estava doente então, se como carne todo dia, (claro que não como apenas carne, como verduras e frutas também, sei que ainda tenho muito o que aprender sobre saúde e alimentação, mas pretendo aprender com pessoas estudiosas que freqüentaram uma faculdade e não com uma semi-analfabeta doente), começaram as comparações que eu ia derrubando uma por uma, porque graças a Deus com 34 anos só fui internado uma vez quando tinha 25 anos, porque tive pneumonia após voltar de uma festa de moto numa noite muito fria, (não estou dizendo que sou mais saudável que ninguém) apenas queria faze-los ver que a distância entre as promessas de Doida White e o que realmente acontece é enorme, para piorar ainda disse que ela apesar de só comer coisas puras morreu com oitenta e tantos anos e eu conheci carnívoros e até fumantes que viveram mais.

Aí meu amigo, você que já foi ou é ASD sabe que eles estão sempre certos, e não aceitam ser desmentidos mesmo pelas evidências. E então nós dois, contra quase 15 pessoas já estávamos marcados para morrer ou ser condenados a comer 30 pés de alface no lugar daquela maldita carne, foi quando o meu amigo, deu o golpe final, que eu achei até pesado demais, mas a raiva era tanta na hora, que eu nem pedi que ele não tocasse nesse assunto. Ele perguntou como a tia de minha esposa, sogra dele, que só comia vegetais teve câncer? Nessa hora tive pena dos coitados. Como explicar uma coisa daquelas? Lágrimas, indignação, olhos brilhantes de raiva e respostas desconcertadas. “Foi duro para eles ver uma falsa certeza cair por terra diante de fatos tão evidentes”.

“As garantias de saúde e longevidade de Ellen White são tão confiáveis quanto as promessas do “Informativo Mundial” dizendo que seu dinheiro do 13º sábado servirá para construir colégios e Hospitais em algum lugar bem distante do mundo, e Papai Noel vai me trazer uma BMW esse ano”. ]

Entre várias tentativas de explicar o inexplicável, lembro bem de uma justificativa de outra prima de minha esposa: “Olha os médicos disseram que ela poderia ter morrido se ela não comesse direito”, e eu que já estava sem paciência nenhuma respondi: “Querida me dizer que alguém que teve câncer poderia ter morrido é me chamar de idiota, o que eu quero dizer e provar é que vocês, seguidores da mensagem de saúde de Ellen White, são uma porção de doentes dando conselhos de saúde para todo mundo”, quando olhei já tinha falado, minha esposa em prantos mandou eu sossegar e fomos dar uma volta, expliquei para ela que jamais queria ter lembrado ou usado o câncer da tia dela para provar nada, mas é que, quando perco a paciência eu passo da conta, ela me desculpou e pediu para não tocar mais no assunto.

Quando voltamos, os ânimos já tinham se acalmado e tudo ficou bem, mas para uma coisa a discussão serviu, ninguém mais me diz que carne faz mal, mesmo quando chego na casa deles e vou ao supermercado comprar um ou dois bifes de hambúrguer. Como disse, esse episódio mostra que não se trata de ter saúde ou não, apenas se trata de seguir o que a saudável White ensinou.

Por uma questão de raciocínio sempre li livros sobre saúde, procurei me alimentar bem e praticar exercícios físicos, não bebo ou fumo porque acho burrice comprar e ingerir venenos que eu posso passar sem.

Meu pai achou que eu iria virar alcoólatra agora que não estava mais sob o manto da IASD, mas para decepção de todos sou, graças a Deus, hoje com 34 anos mais saudável que os seguidores do regime de campo de concentração da irresponsável, fanática, sínica Ellen White.

Por falar nela, lembro que quando era adolescente e ia a vários retiros, congressos e campais - o que não posso dizer é que tive uma adolescência ruim, freqüentei todas as programações da igreja meus pais sempre se esforçaram para eu ir a tudo – numa dessas reuniões os jovens foram reunidos para ouvir conselhos sobre sexualidade com um psicólogo adventista, o homem falou tudo que a Sinhá White mandava um jovem fazer em relação ao sexo, ou seja nada. (Vocês já leram os devaneios dela mandando um casal se abster de sexo o quanto possível, porque sexo causa esgotamento e doenças no futuro? Se não, estão perdendo, tem também uma afirmação sobre as mulheres que têm a cintura fina que você percebe logo que é por puro despeito, inveja mesmo de uma mulher que além de rabugenta era feia, a beleza alheia, criada por Deus, que fez as mulheres belas como são, incomodava muito a Ellen Devaneios White. Costumo dizer para minha esposa que ela deveria engordar na cintura para ficar de acordo com as normas de Ellen Louca White).

Voltando a palestra do Psicólogo Adventista ouvimos muito sobre não se masturbe ou você vai ficar doente ou louco, e eu fiquei encantado com as perguntas dos outros de minha idade tão elementares e bobas que me perguntei se eles viviam em um mosteiro no Tibet. Mas o que mais me chamou a atenção foi que o dito psicólogo concordava e dava como sendo “divinas” todas as sandices de Doida White a não ser a parte que ele não leu, mas disse: Santa White do alto de sua sabedoria condena o casamento entre pessoas de raças diferentes, mas ele, por ser negro, discordava totalmente dela neste ponto, apenas nesse ponto, ele deixou bem claro, que o resto estava certo, como Deus mandou.

Nesse momento me perguntei: se ela é uma pena inspirada a mensageira do senhor, como pôde escrever uma coisa racista daquelas? Deus não é racista. Foi ele mesmo que criou todas as raças. E mais, se os livros dela são um self-service, onde eu escolho o que melhor me convem, qual parte é verdade e qual é mentira?

Isso bastou para eu deixar de acreditar completamente nela é claro, antes mesmo de ler “A mentira Branca”, livro que li apenas um ano atrás, e outros que vocês bem conhecem, porém jamais são mencionados nos sermões da IASD.

Até onde vai o cinismo e interesse por dinheiro dos altos escalões da IASD, eles ensinam Ellen White como se ela jamais tivesse sido acusada e declarada culpada de plágio, se não fosse a internet ninguém, absolutamente nenhum membro da IASD, no Brasil e outros países que não os USA, jamais saberia que Ellen White foi acusada de plágio ou que existe o livro “The White Lie” ou o “Velmont Report”.

Se eles fossem realmente sérios, dignos de confiança ou servos de Deus, eles diriam à igreja o que estava acontecendo e mais, provado o plágio como foi, eles baniriam os escritos de Ellen White da IASD, porque Deus não tolera a mentira, imaginem uma igreja fundada e construída encima dela. Mas não, preferem continuar divulgando a mentira, o plágio o erro, e chamando de PENA INSPIRADA E MENSAGEIRA DO SENHOR. Que engano meu Deus!

Pois bem, quando parei de ir a igreja e comecei a sair, ir a boates e namorar quantas garotas eu pude que não eram "Cristãs". Pude perceber que as pessoas do "Mundo" como a IASD chama os demais moradores do planeta terra que não são dizimistas, como os pastores gostariam que fossem, são em vários sentidos infinitamente melhores que os ASD, quando muito, possuem os mesmos defeitos que todos nós temos.

O fato de ter saído da IASD não me fez mudar muito,o que eu fazia lá era mecânico, motivado apenas pela vontade de agradar meus pais e o medo de não ir para o céu.

O que pude perceber de fora foi o tempo perdido, as oportunidades perdidas, quando, por exemplo, deixei de fazer um curso superior no período noturno por causa das aulas na sexta-feira à noite, dá até vergonha contar uma idiotice dessas.

Porém de fora pude perceber com total clareza, o maior e mais letal engano que a IASD faz com seus seguidores: “a parte financeira”, olhando rapidamente você até pensa que ela é diferente no que se refere ao dinheiro porque não pede descaradamente como outras igrejas evangélicas fazem. Mas quem já freqüentou a IASD sabe que não existe máquina de fabricar dinheiro mais eficiente, eles usam de vários artifícios como recolta, 13º sábado, dízimos, semana de mordomia, etc.

Todos conhecemos aquelas histórias fictícias de pessoas que deram o último dinheiro que tinham para a IASD, foram “fiéis” e ganharam muito com Deus, sempre lidas propositalmente antes de colher os “santos” dízimos e ofertas, todas devidamente respaldadas pelo livro de Malaquias.

É como eu sempre digo, eles não pedem Dízimos e ofertas eles cobram, exigem, tanto é que usam o verbo DEVOLVER dízimos e ofertas, ou seja, não é seu, devolva, a não devolução caracteriza roubo e peso de consciência.

Qual igreja tem um apelo mais forte que a IASD no que se refere a dinheiro? Como dizer não a obrigação de devolver aquilo que pertence não a você, mas a Deus?É um “roubo” ficar com o que é de Deus, e quem, em sã consciência, roubaria a Deus? É simplesmente brilhante, o modo velado como eles agem, a riqueza da IASD ao redor do mundo e a boa vida dos pastores e dirigentes mostra quão eficiente é o sistema de estorção da IASD.

Para evitar qualquer insubordinação ou pergunta, eles prometem maldições e coisas terríveis para quem ficar com o que é de Deus ou tocar em um de seus ungidos.

“Deus” mora em lindas casas, tem bolsa de estudo para os filhos, trabalha em prédios caríssimos, troca de carro todo ano, tem férias, décimo terceiro, folga toda segunda-feira, e ainda, o salário Dele sobe cada vez que mais um incauto se batiza.

Soma-se a isso o problema da IASD ensinar que é louvável rejeitar um emprego que trabalha no sábado, mesmo que a pessoa tenha família para sustentar, de acordo com a IASD a vontade de Deus é que você, resista as tentações de emprego com trabalho aos sábados e passe fome, mas mesmo se passar fome não esqueça de se virar para devolver os  dízimos e ofertas.

Os ASD estão sempre construindo colégios, hospitais e Igrejas ao redor do mundo mas continuam reunidos em barracões, quando querem construir uma igreja, se viram em mutirões e constroem com recursos próprios.

Lembro-me de quando era recém-ASD e passava o informativo mundial, durante o apelo no final eu sempre esperava que um dia estaria pedindo o dinheiro para construir uma igreja em nossa cidade, quanta inocência! Isso é claro, nunca aconteceu, durante os quase 20 anos de ASD jamais vi um informativo pedir dinheiro para nada nem no meu Estado MG, quanto mais em minha cidade.

Falando nisso, vocês já viram realmente alguma foto ou prestação de contas do dinheiro arrecadado? Se você pertence a IASD e quiser terminar excomungado como o Ricardo Nicotra, ouse fazer perguntas como essa.

Voltando a minha vida, depois que me libertei da IASD estudei, mudei para a Bahia me casei, e depois meus pais vierem morar aqui comigo. Casei-me com uma ASD, (só no civil é claro, não quis nem uma oração no dia do casamento) que amo demais, e como meus pais e a família dela pertencem a IASD, jamais perdi o contato com os ASD, mas percebo um olhar diferente dos pastores comigo, nunca tentam me reevangelizar, acho que sabem que vou fazer perguntas que não querem responder, temos uma relação de respeito e cordialidade. Eles me tratam muito bem como se soubessem que eu sei de tudo.


Para terminar deixe-me apenas contar um fato recente que mostra a quais extremos chegam as pessoas quando se entregam totalmente as loucuras escritas por Ellen Doida White.

Imaginem que quando fiz 3 anos de casado eu e minha esposa decidimos ter um filho, tanto ela como eu, queríamos muito ser pais, quando comunicamos isso ao restante da família dela, todos eles, começando da avó até minha própria sogra, que não tinha netos até então, disseram que essa não era mais época de ter filhos porque Cristo está voltando e a irmã Ellen White disse que Deus não podia fazer nada pelas crianças que nascessem nos últimos dias, também citaram versos bíblicos como “Aí das grávidas”.

Conseguem imaginar minha raiva e indignação? Já ouviram um disparate maior? Quanta demência meu Deus! Pois bem, tivemos nossa filha linda e saudável graças a Deus e agora queremos ter outro filho, já começamos a escutar as mesmas loucuras, mas eu não levo á sério como não levaria um seguidor do Nazismo a sério ou uma das discípulas de Henri-Cristo.

Porém confesso que ás vezes é difícil segurar a língua e não dizer poucas e boas para os lunáticos seguidores de Ellen irresponsável White, mas por amor a gente faz ou deixa de fazer muita coisa.

Minha esposa graças a Deus não é tão alienada como o restante da família e meus pais também já estão melhorando, graças a Deus, porque lembro deles muito mais fanáticos.

Quero deixar claro que não odeio a IASD ou algum membro da mesma, também não guardo rancor, meu sentimento em relação à IASD é de libertação de todas as loucuras que fui levado acreditar.

Tenho pena de muitas pessoas que tem suas vidas limitadas, podadas pelas regras da IASD e não se desenvolvem plenamente como poderiam, levam vidas infelizes, incompletas e tem que mostrar uma falsa alegria, baseada numa falsa certeza de céu e vida eterna apenas, me sinto liberto.

Sei que tudo o que tenho a dizer sobre a IASD daria um livro com muitas páginas e não quero cansá-los mais com minha história, foi um desabafo e fico muito feliz em encontrar um site que se dedica e reunir pessoas que como eu foram enganadas pela IASD.

OBS:

Desculpem os erros de português.

Se quiserem entrar em contato comigo mandem um e-mail, gostaria de conhecer pessoas que tem histórias parecidas com a minha, sei que existem muitas.

Um abraço

Elizeu Adriano Pego
epego@bol.com.br

Um comentário:

Francisco A. de Azevedo disse...

Elizeu,

Saudações Cristãs!

Haja franqueza, honestidade e verdade neste seu testemunho.

Continue assim!

Seu irmão Cristão,

Francisco Alberto
http://cristaoslivres-francisco.blogspot.com.br/