Somente Cristo! Somente a Bíblia!

"Fiz uma aliança com Deus: que ele não me mande visões, nem sonhos, nem mesmo anjos. Estou satisfeito com o dom das Escrituras Sagradas, que me dão instrução abundante e tudo o que preciso conhecer, tanto para esta vida quanto para o que há de vir." - Martinho Lutero
Carregando...

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Ambiguidade Doutrinária: Credo Adventista do Sétimo Dia Para Judeus

Embora a Igreja Adventista do Sétimo Dia exclua de seu rol aqueles membros que não crêem na doutrina da Trindade, tal qual está no Credo Adventista Cristão (as "28 Crenças Fundamentais), para os adventistas judeus isso não é problema, pois há outro Credo Adventista Judaico, composto apenas de 13 enunciados - os princípios de fé de Maimônides, rabino judeu do século 12 E.C., acrescidos, em algumas sinagogas judaicas adventistas, de mais 8 enunciados. Há tolerância excessiva até com o legalismo, nada se diz sobre Yeshua (Jesus) como salvador, enfatiza-se a unicidade de Deus a ponto de tornar Cristo, o Messias, apenas uma outra dimensão do próprio Pai e reduz-se o batismo a um mero "banho ritual" - o Micvê, tão importante quanto à circuncisão. 

O Micvê O micvê é um banho ritual com fins de purificação em uma conversão, em utensílios novos, pelos homens na véspera do Yom Kipur, além de imersão diariamente antes da prece,  na véspera do Shabat, ou, ainda, no caso das mulheres, após o ciclo menstrual.




  
 Comunidade Hebraica
"BETH B'NEI TZION"
Solicite mais informação a:
World Jewish Friendship Center
 
BETH B'NEI TZION
Bem-vindo a uma comunidade diferente!



   BETH B'NEI TZION
É uma comunidade de raízes judaicas e por isso mesmo sustentadora da Fé de Abraão, Isaque e Jacó.
É nosso anelo ser fiéis ao Deus de nosso povo, ao Tanach e a Israel. Nossa comunidade é pluralista e está aberta a todo Judeu que tenha necessidades espirituais.
Conscientes de que a assimilação é causada em grande parte pelos matrimônios mistos, nesta comunidade são bem-vindas as esposas ou esposos de Judeus que, não sendo desta raça, uniram-se em matrimônio com eles; a si mesmos como a seus descendentes e são recebidos como parte da família, se vêm com a atitude de Rute, a moabita ("Teu povo será meu povo e Teu Deus será meu Deus") e com alegria compartilhamos com eles os princípios de nossa fé.
Tampouco rejeitamos aos Judeus que silenciosamente têm crido no Rabi Jesus, mas que mantêm toda a nossa tradição e vivem como Judeus. Queremos que nossa humilde comunidade seja uma porta aberta a fim de recuperar para Israel a aqueles de nosso povo que têm se distanciado de nossos círculos espirituais.
   AS CRENÇAS QUE NOS UNEM:
Cremos nos Princípios de Fé enunciados por Maimônides no século 12 da era cristã
1. Que Deus, bendito seja seu nome, é o Criador e Sustentador de toda a criação. E é quem sozinho fez, faz e fará todas as coisas.
2. Que o Criador, bendito seja seu nome, é único e sua unicidade é incomparável. Ele foi, é e será nosso Deus, para sempre.
3. Que o Criador, bendito seja seu nome, é incorpóreo, não está sujeito às leis da matéria e não tem nenhuma imagem.
4. Que o Criador, bendito seja seu nome, foi o primeiro e será o último.
5. Que só ao Criador, bendito seja seu nome, devemos dirigir nossas orações, com exclusão de toda outra divindade.
6. Que todas as palavras dos profetas são verdadeiras.
7. Que a profecia de Moisés, nosso mestre de venerada memória, é verdadeira e que ele foi o mestre de venerada memória.
8. Que toda a Torah que atualmente possuímos, foi revelada a Moisés, nosso mestre de venerada memória.
9. Que esta Torah é imutável e não será substituída, nem revelada outra, pelo Criador, bendito seja seu nome.





   10. Que o Criador, bendito seja seu nome, é onisciente, e conhece os pensamentos humanos, pois assim está dito: "O Criador de todos os corações, penetra todas as ações humanas." 11. Que o Criador, bendito seja seu nome, recompensa com o bem aos observadores de seus preceitos e castiga a todos que os transgridem.
12. Creio com fé sincera na chegada do Messias, espero com constância e diariamente a sua chegada.
13. Que haverá uma ressurreição, quando assim o ditar a vontade do Criador, bendito seja seu nome, e enaltecida sua memória até a eternidade.
ALÉM DISSO, CREMOS:
14. Que Adonai é UM, porém, segundo o Tanach, o Eterno pode apresentar-se ao ser humano na dimensão de RUACH HA KODESH, o Espírito de Adonai, e do Messias. (Gên. 1:2; Isa. 40:13; Dan. 9:26.)
15. Que na dimensão de RUACH HA KODESH, Adonai trabalha para reformar o coração humano. (I Sam. 16:13; Isa. 11:2; 21:1; Êxo. 31:3.)
16. Que Adonai, na dimensão do Messias, atua pessoalmente para redimir ao ser humano do pecado e suas conseqüências, sempre e quando
  
   estes tenham sido confessados a Deus em Tefilah [oração] e abandonados (II Crôn. 7:14; Isa. 53:1-12; Daniel 7:13-14; Sal. 3:8; 67:7.) 17. Que a Bíblia ou Tanach, é a palavra inspirada de Deus; que inclui o Novo Brit, além da Torah, Nebiim e Ketubim e que á a nossa única regra de fé e prática, dada por Adonai aos judeus e à humanidade. (Sal. 119:108.)
18. Cremos que a imortalidade é um dom apenas de Adonai, mas que ele a outorgará aos que forem fiéis, por ocasião da vinda do Messias. (Dan. 12:2.)
19. Cremos que a terra será purificada por fogo e renovada pelo poder de Adonai. Logo será o eterno lar de paz para Israel e estrangeiros que amem a Lei de Deus (Mal. 4:1-4; Isa. 65:17; e 66:62.)
20. Cremos que na era messiânica, haverá uma Nova Jerusalém e que será a capital do Mundo e do Universo porque Adonai morará nela. (Joel 3:17; Miq. 4:1-4.)
21. Cremos na vigência eterna dos dez mandamentos de Deus e que o judeu verdadeiro se conhece por sua obediência a eles.


  
22. Cremos que o SHABAT, sétimo dia da semana é o sinal do poder criador de Deus; e que segundo Tanach, deve ser observado de sol a sol, e é um sinal distintivo e imutável de Israel para com Deus. 23. Cremos que Adonai estabeleceu o Maaserah (Dízimo), para sustentar a propagação do ensino do Tanach e que é um dever de todo Judeu devolver o que é de Deus na comunidade, para apoiar o trabalho que Adonai nos deu, em benefício de nosso povo e da humanidade (Gên. 14:18-20; Lev. 27:30-34.)
24. Cremos que o KASHURT é o sistema estabelecido por Adonai para alimentar nosso corpo adequadamente. Por isso mesmo, como filhos de Deus, absteremo-nos de todo alimento imundo, bem como do tabaco, álcool e do uso de narcóticos e outras drogas (Lev. 11; Gên. 1:29; e Dan. 1.)
25. Cremos que o MIKVA ou banho ritual é a maneira adequada de fazer um pacto de fidelidade ao Deus de Israel. (Ezeq. 36:24-26). Além do BRIT MILA e BAR MITZVA.


26. Consideramos que é uma ordem de Deus a celebração de nossas festas anuais, as quais mantêm viva a chama de nossa esperança como povo. Essas festas são PURIN, PESACH, SHAVOUT, ROSH HASHANA, IOM KIPUR, SUCOT, etc. (Lev. 23). 27. Cremos que é um sagrado dever, dado pelo Deus de nossos pais, que dediquemos nossos talentos a partilhar os maravilhosos ensinos do Tanach com nossa família, com nosso povo e com o mundo. (Jer. 23:28)

Nenhum comentário: